Pular para o conteúdo principal

DESTAQUE:

Copie o Look: Atitude Pitty

Olá menines, tudo bem? Hoje é dia de copiar looks por aqui, e hoje é dia da nossa rainha feminista, milituda, gatíssima e diva rock and roll, nossa musa Pitty ! Imagens: Reprodução Instagram @looksdapitty Eu particularmente gosto do estilo da Pitty porque ela se veste de uma forma ousada, sempre procurando sair do óbvio, investe nas cores, estampas e modelagens diferentes, e a personalidade dela sempre está muito explícita na forma de se vestir. Além disso, ela veste marcas e lojas populares também, se você passar pelo Instagram @looksdapitty vai ver que tem Renner, Vizzano, Beira Rio, ou seja, amores, gente como a gente, né! O primeiro look tem uma pegada bem casual e ao mesmo tempo bem rocker, e super fácil de compor: shorts jeans básico, t-shirt estampada e sandália rasteira. Esse look é muito a minha cara: une conforto, atitude e praticidade e tem duas peças que eu nunca paro de usar, que são shorts jeans e camiseta, e pra mim, camiseta quanto maior, melhor, tant

Paraíso das Suculentas: Em entrevista com Júnior do Coração Suculento, o que você precisa saber para cultivar suculentas da melhor forma

 Olá menines, tudo bem? Hoje eu trouxe pra vocês uma entrevista super legal e com uma pessoa super querida! O Junior Salles, do Coração Suculento, contou um pouquinho pra gente sobre o conhecimento dele acerca das suculentas, aquelas plantinhas super charmosas que deixam qualquer casa cheia de vida! E as suculentas são plantas super adaptáveis e fáceis de cuidar, então o post de hoje é perfeito para você que já ama plantas, e para você que aprecia mas não sabe ainda como colocar na sua casa ou não tem muito tempo para cuidar.


Apaixonado pelas suculentas, Júnior trabalha com arranjos incríveis que transformam qualquer ambiente: ele transformou o terraço do condomínio onde mora em um jardim dos sonhos! Com mais de duzentos vasos de suculentas, é impossível não se apaixonar por cada detalhe, que nos mostra algo muito clichê, mas uma das maiores verdade da vida: tudo o que fazemos com AMOR cresce!


Já se apaixonou? Calma, ainda tem muita coisa linda pra você ver por aqui, porque eu tive um bate-papo com o Júnior super especial sobre suculentas, pra trazer pra vocês as melhores dicas para cultivar essas plantinhas que têm uma beleza inacreditável! Bora conferir:

Entrevistando Junior do Coração Suculento

K - Então vamos lá: me conta como começou o seu amor pelas plantas e pelas suculentas.
J - Então, meu amor pelas plantas começou há uns 6 anos, quando eu fui fazer um jardim vertical aqui nessa área do condomínio. Só que batia muito sol muito quente e eu tentei várias plantas num jardim vertical, e acabaram morrendo, como é muito aberto não tinha uma boa adaptação. Até que um dia, por acaso, eu coloquei uma suculenta e percebi que a suculenta começou a se desenvolver melhor. Aí eu percebi o quê: batia um sol muito forte e para a suculenta criou-se um habitat natural. Eu comecei a transformar todas as plantas que eu tinha, tirar o que não tava indo bem - tempero, essas coisas…- coloquei suplementos e acabei pegando amor. Passei a suplementar, pesquisar, fiz o curso de curso de botânica para poder entender um pouco melhor sobre suculentas, e foi. Aí que peguei o gosto pela coisa porque ela começou a desenvolver tão bonita, e aquilo, e foi aquilo, aquela paixão. Eu comprei um vasinho, dois vazinhos, três vasinhos, hoje tem 200 vasos. O pessoal do condomínio quer me matar eu virei o “louco da suculenta”, um jardineiro. Aqui a gente não tem jardineiro, então o jardineiro do condomínio sou eu mesmo e a Neide, a minha funcionária. A gente cuida, então foi com os erros e acertos que a gente foi se adaptando, foi transformando esse Jardim no “Jardim suculento”, porque a gente via que, como era um calor muito intenso, era o habitat perfeito para suculentas. Eu comecei a montar um vaso, ela ficava limpando as plantas, então aí a gente pegou o gostinho. Era pra ser só um vasinho, eu comprava e pensava “sério, eu vou pegar esse vaso, comprar para vender depois”. Só que eu guardava, pensava “aí tá tão bonitinho”, foi então que eu percebi que acabei me tornando viciado nas suculentas. E isso é assim gente: não tem retorno, uma vez viciado, sempre viciado. Às vezes eu saio pra comprar uma suculenta e volto com uma bandeja com umas quinze.




Detalhes do terraço do condomínio

K - Toma muito tempo para cuidar do jardim das plantas?

J - Então, tudo depende do tamanho do seu jardim. Quando você tem uns dez vasos é uma coisa, 50 é uma coisa, 200 vasos é outra coisa, e isso aqui você não vê o tempo passar. Eu tive uma reforma aqui no condomínio que encheu de poeira, teve que trocar o piso, foi aquele pó, eu e o subsíndico, Pedro, ficamos uma semana para refazer os 200 vasos, então toma tempo até você organizar, depois que tiver organizado aí você consegue fazer em 2 dias, dependendo do número de vasos. Às vezes você vai mexer na terra, você vai adubar, às vezes você vai podar, vai depender do estágio, então não tem um prazo. Todos os dias eu tô olhando, tirando folhinha, limpando. Todos os dias na parte da manhã a gente já aproveita, eu a Neide, e já começa a limpar mas, no dia seguinte tem de novo então é um trabalho que não acaba. Aqui você pode esperar uma semana para poder fazer a limpeza, mas não é conciliável ou certo que você toda semana ou a cada três dias dê uma limpeza, depende do seu jardim, e se não tem problema com insetos ou bichos, e duzentos vasos fica difícil porque é muita coisa né.




K - Tem alguma que é a sua favorita?
J - Todas! Eu sou o pai de todas né, mas tem uma que eu gosto muito, a Echeveria Chihuahuaensis, que eu tiro muitas fotos dela, tem um detalhe difícil de explicar porque é uma coisa tão linda, maravilhosa.


Echeveria Chihuahuaensis

Aqui dentro eu tenho essa (arranjo) que é conhecida também como rabo de tatu, a textura dela parece ser de uma planta de plástico. Para dar de presente, a Jade, essa planta é top. Ela parece um mini bonsai, e tem um significado. A Jade é a planta dos amigos, uma planta que traz prosperidade, o formato dela se parece com uma moeda, então dizem que ela traz prosperidade para dentro de casa.

A conhecida "rabo de tatu"

K - Quais são as mais difíceis de cuidar?
A - Aqui é questão de prática, questão de você respeitar a rega dela, tudo vai da questão de como é que você cuida da sua suculenta, então não existe uma mais difícil que a outra porque é tudo da mesma espécie, a questão é você ficar muito atento em como é que você faz o manejo dessa suculenta. Ou seja, se ela fica no lugar onde ela tem luz do sol, luminosidade, você tem que estar atento em relação à rega, o substrato, o recipiente onde você vai plantar e à adubação. É tranquilo, não existe uma suculenta difícil, geralmente elas são iguais, a questão é você saber identificar essas questões.



K - Quais são os cuidados com as suculentas?
J - Adubo, exposição solar... no caso de suculenta, o que ela não gosta é de ambiente fechado porque ela precisa precisa ter luminosidade, então ela vai ser uma suculenta muito mais bonita fora de casa do que dentro. Tem algumas específicas de alguns gêneros haworthiopsis que são específicas para dentro de casa. Tem a Jade também, tem algumas específicas que você pode usar dentro de casa, mas aqui (na sala) tem desde que bata um pouco de sol, porque a suculenta não foi feita para ficar no lugar escuro, ela tem que ter claridade, luminosidade é fundamental. A rega dentro de casa não é igual fora de casa: dentro de casa pode demorar até 10, 15 dias para regar, já no lado de fora, cerca de uma vez por semana ou a cada 10 dias, dependendo do clima, se for um tempo frio a rega é menos frequente. Você você vai sentir, mas para não ter erro: se você quer saber se tá pronta para regar a suculenta, pega um palitinho e coloca esse palito no substrato da suculenta, se ele sair seco é o momento para regar, se ele saiu úmido não é momento. Eu acho que esse é um parâmetro muito bom porque depende de cada ambiente. Se você colocar uma suculenta dentro de casa pela varanda, ou dentro do quarto, ou no jardim, cada ambiente tem a sua fase. Se o jardim receber muito vento, bater muito sol, então você vai ter que regar toda semana, mas se é uma área onde fica à sombra já não há a mesma necessidade. Quanto mais seca estiver a suculenta é até até melhor, porque você vai acabar estressando a planta e quando ela tá estressada ela dá uma cor bonita. Tem gente que usa sal amargo, usa um monte de coisas para deixar colorida, mas se você tem uma área com bastante sol o dia inteiro, sol da manhã, sol da tarde, é só você deixar que o próprio sol vai se ocupar disso, ele vai fazer a função dele. Quem poderia imaginar que estressada ela fica mais bonita, né?






K - E com relação à adubação, qual é a melhor frequência?
J - Adubação a cada três meses é o suficiente e o substrato é melhor quando bem arenoso - ou seja, quando não retém água. Existem os tipos certos de adubos prontos para aplicar, super fáceis de encontrar, é só procurar por adubos para suculentas, mais fácil do que fazer receitas caseiras.



K - Tem alguma espécie que você indica mais específica para decoração?
J - Todas as suculentas são decorativas! Depende do arranjo que você faz ela ganha uma cara diferente, depende do vaso… Quem enfeita com suculenta à noite, por exemplo, se tem um evento e você quer fazer um arranjo com suculenta, uma mesa central, onde não bate muito sol, você pode montar um arranjo de mesa mas não quer dizer que ela vai ficar lá o tempo todo, é um período, então aí você consegue usar como decoração mesmo ela não sendo daquele ambiente. Tem um local onde não bate muito sol, mas se eu for deixar um período curto só para decorar, eu posso fazer isso.



K - Uma pessoa que mora em apartamento por exemplo, que não tem uma varanda, qual solução ela pode encontrar para cultivar uma suculenta em casa?
J - A Janela! Você tem o lugar, todo mundo tem um lugar onde bate o sol no período da tarde ou da manhã, isso é de praxe, então você olha bem onde bate o sol perto de uma janela, é lá que a suculenta vai ficar. Pode colocar também uma jardineira embaixo da janela, outra solução fácil. Para ela ser cultivada no ambiente fechado obrigatoriamente ela precisa de algum canto que tenha a luz solar direta (ou indireta né, mas o melhor é você deixe à luz direta) e à noite tudo bem que ela passe oito horas sem sol porque ela já se abasteceu durante o dia, já teve a luz necessária, mas ela precisa de no mínimo umas 4 horas de sol por dia.

__

Agora me diz: é um trabalho inacreditável, né? Eu fico encantada a cada vez que olho para essas fotos, e olha que conheço o Junior e seu jardim de tirar o fôlego há mais ou menos uns dois anos, mas toda vez que me vejo naquele terraço é como se fosse a primeira vez, uma sensação inexplicável!

E claro que vou deixar para vocês aqui algumas informações super importantes:
O Junior trabalha com encomendas, e os valores variam de acordo com os arranjos: de R$90,00 a R$300,00, dependendo do número de suculentas no mesmo vaso e do tipo de suculenta, ou seja, se for uma suculenta mais rara e difícil de encontrar. O Instagram do Júnior é o @coracaosuculento (clica no link!) e você pode fazer suas encomendas por lá, além é claro, de conhecer muito mais do trabalho dele se apaixonar por cada detalhe!
__

Siga a página Doce Maldade Feminina no Instagram para acompanhar mais dicas de decoração, beleza, moda e inspirações de looks diariamente, clique aqui!
__

Conheça minha loja de acessórios, a (IN)comum Acessórios para os seus looks ficarem ainda mais estilosos!








Espero que tenha gostado do post de hoje, e acompanhe o blog Doce Maldade Feminina também no Facebook para ficar por dentro de todas as dicas de lazer, playlists, além de dicas de filmes e séries, beleza, moda e muito mais! Me siga também no Instagram, sempre dou dicas por lá! Se inscreva no meu canal no YouTube para me conhecer melhor e conversarmos sobre os mais diversos assuntos! Um beijão e até a próxima 😘




Comentários