Pular para o conteúdo principal

DESTAQUE:

Setembro Amarelo é mais do que uma campanha

 Oi oi pessoas, como vocês estão? Essa semana é a minha estreia aqui no blog e vou conversar com vocês sobre saúde mental, bem-estar e autoconhecimento. E já que estamos no mês de Setembro acredito que é importante falarmos do Setembro Amarelo. Você já ouviu algo sobre isso?  Como começou a campanha Setembro Amarelo? Em 1994, um jovem americano de 17 anos, chamado Mike Emme, tirou a própria vida dirigindo seu carro amarelo. Comovidos com a situação, seus amigos e familiares distribuíram no seu funeral cartões com fitas amarelas e mensagens de apoio para pessoas que estivessem passando o mesmo desespero de Mike, e a mensagem foi espalhada mundo afora e chegou no Brasil.  Aqui no Brasil a campanha Setembro Amarelo foi criada a fim de informar a população e prevenir o suicídio. Afinal de contas, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a cada 40 segundos uma pessoa tira a própria vida em algum lugar do planeta, e o suicídio é a segunda principal causa de morte em jovens com idades en

Sintonia, KondZilla e Netflix - Resenha

Olá menines, tudo bem? Hoje tem resenha e dica de série por aqui,e a vez é de uma produção nacional da Dona Netflix, que está deixando muita gente curiosa, e pelo que eu tenho visto, dividindo opiniões. Sim, hoje a vez é da série Sintonia!

Sintonia Netflix - Resenha
Christian malheiros, MC Jottapê e Bruna MAscarenhas. Imagem: Reprodução.

A primeira série da Netflix a retratar o cotidiano de jovens da periferia paulistana, Sintonia nos leva ao mundo de três jovens que cresceram juntos na favela, e ao começarem a vida, se encontram em caminhos diferentes. 

Sinopse de "Sintonia"

Nando, interpretado por Christian Malheiros, é um jovem casado, tem uma filha, e tira o sustento da família do dinheiro obtido com o tráfico de drogas. Ambicioso, está sempre disposto a se arriscar cada vez mais, aceitando e se propondo a "trabalhos" mais comprometedores, até o momento em que ele se dá conta de que não pode mais voltar a ter uma vida normal, e isso inclui sua mulher e filha.

O jovem Donizete, conhecido também por Doni ou MC Doni, interpretado pelo jovem MC Jottapê, trabalha com o pai na marcenaria da família, mas o sonho dele é ser um MC famoso e bem-sucedido, e ele está disposto a tentar de todas as formas até conseguir o que quer. Então, acontece de uma famosa cantora conhecida por MC Dondoca gravar uma de suas músicas, e ele agarra a oportunidade para que todos conheçam seu trabalho.

Rita, interpretada pela carioca Bruna Mascarenhas, é uma jovem que mora sozinha, perdeu os pais, e tem sempre o apoio de Doni e seus familiares. Rita sobrevive vendendo as famosas "muambas", até que um dia, ao sair para trabalhar com uma amiga que a acompanhou pela primeira vez, as duas são perseguidas pelos guardas, perdem uma parte da mercadoria, e um pacote de maconha na mochila acaba causando problemas. Sem saber muito bem como vai continuar "se virando" sozinha, Rita procura ajuda de uma amiga de sua mãe, e assim passa a se interessar por novos caminhos.

Resenha de "Sintonia": começou muito que bem!

A série tem uma produção excelente: a série foi gravada na favela do Jaguaré, retratando com fidelidade a realidade dentro das comunidades, sem passar uma imagem exagerada ou caricata. Casas, comércio, imóveis não terminados, galpões, tudo muito realista.

Sintonia Netflix - Resenha
Imagem: Reprodução.

O figurino também segue à risca a realidade das periferias, retratando fielmente as preferências do público jovem, nos tênis que são a preferência dos adolescentes, acessórios, marcas. É interessante notar que, apesar de mostrar os gostos da maioria dos jovens, o figurino passa muito da personalidade de cada personagem: Nando tem uma personalidade mais séria, está sempre preocupado, já é pai e tem família para sustentar, e essa seriedade que está sempre presente nele é refletida na forma de se vestir, sempre com peças mais discretas e cores mais escuras e sóbrias. Doni sonha em ser músico, e dos três amigos é o que tem a realidade mais "fácil", pois apesar de morar na comunidade, seus pais tem uma condição de vida um pouco melhor, podendo oferecer a ele um pouco mais de "luxo", então ele está sempre coberto de acessórios, seu figurino é mais chamativo. Já a Rita, uma menina corajosa, sem papas na língua e otimista, seu figurino passa a imagem de uma jovem alegre, que opta pela praticidade na hora de se vestir, claro, dentro da sua realidade.

Com relação ao trabalho dos atores, nos primeiros episódios eu senti que ainda estavam um pouco "crus", mas temos que levar em consideração que são atores jovens, para alguns é o primeiro trabalho, e já chegar mostrando a cara ao mundo numa série da Netflix pode colocar uma pressão muito grande em cima do profissional. Porém, isso não é um problema, pois conforme a série se desenvolve é notável um grande avanço do elenco, e nos últimos episódios a atuação está muito mais realista, estão todos de parabéns.

Criação de KondZilla, Guilherme Quintella e Felipe Braga, Sintonia tem 6 episódios de pouco mais de quarenta minutos, e é recomendada para maiores de 16 anos. Pode assistir aguardando pela segunda temporada, porque muita coisa ainda vai acontecer.
__

 

Quem sou eu?

Oi! Eu sou Kátia Malagodi, criadora do DMF, publicitária, modelo, vegetariana, apaixonada por moda sem regras, beleza sem crueldade, livros e música. Criei o blog DMF em 2016 pra compartilhar algumas ideias, e de lá pra cá aprendi muito e me apaixono cada vez mais pelo que faço! Me siga no Instagram @katiamalagodi pra acompanhar mais dicas e conhecer um pouco da minha rotina sem rotina, e siga o @docemaldadefeminina também pra acompanhar dicas exclusivas do Insta! Te encontro por lá!

Comentários