Royal Blood

Olá menines, tudo bem? Já está na hora de atualizar a playlist por aqui, não é mesmo? E claro, na dica de hoje tem muito rock, com dois rapazes super talentosos que prometem muitos sucessos para o nosso universo indie rock, garage rock e noise. Hoje vamos falar sobre o Royal Blood.

Royal Blood. Imagem: Reprodução.


Com formação em 2013, os britânicos Mike Kerr (guitarrista e baixista) e Ben Thatcher (baterista) já gravaram dois álbuns de estúdio, o Royal Blood em 2014 e How Did We Get So Dark? em 2017, além de singles, EP's e B-sides. Com o primeiro álbum, o Royal Blood alcançou o topo das paradas britânicas, uma certificação de ouro e uma de platina. Ganharam o prêmio British Awards de Melhor Grupo Britânico em 2015. Em 2015, Mike e Ben tocaram no Rock In Rio com bandas como Metallica e Motley Crue e em 2018 se apresentaram no Lollapalooza, em São Paulo.

Opinião: Royal Blood

O que esperar de uma "banda" formada por dois caras? No caso do Royal Blood, pode esperar um som sensacional. O som dos caras é bem pesado e intenso, com melodias regadas a um humor meio sarcástico, meio macabro. Lembra muito as bandas de rock alternativo/noise dos anos 90, que muito provavelmente foram inspiração para os caras. 


Os dois álbuns do Royal Blood tem a mesma identidade sonora, o que eu particularmente aprecio muito. Nada contra bandas que mudam o estilo conforme a trajetória, e isso é normal, tendo em vista que música é uma arte que reflete muito os próprios compositores, mas é preciso ser muito criativo e talentoso para produzir trabalhos fiéis ao estilo sem cair na mesmice. Como sempre, indico as músicas que mais gosto, e já adianto que gosto muito de todas, mas acredito que as faixas mais "fortes" da banda, falando em identidade, são Out Of The Black, que é pesadíssima e tem um videoclipe incrível, no qual a banda "mistura" cenas gravadas em uma loja de conveniência com personagens de desenho animado, Little Monster que além de pesada começa com uma pegada mais sombria, Hook, Line & Sinker, Figure It Out, Lights Out, Ten Tone Skeleton que traz uma guitarra distorcida que é um deleite, e a divertidíssima I Only Lie When I Love You. Mas não se prenda às minhas favoritas, prepara os fones de ouvido e escute todas do Royal Blood do início ao fim, garanto que você não vai se arrepender.



Espero que tenha gostado da dica de hoje, e acompanhe o blog Doce Maldade Feminina também no Facebook para ficar por dentro de todas as playlists, além de dicas de filmes e séries, beleza, moda e muito mais! Me siga também no Instagram, sempre dou dicas por lá, principalmente das bandas que escuto! Se inscreva no meu canal no YouTube para me conhecer melhor e conversarmos sobre os mais diversos assuntos! Um beijão e até a próxima 😘


Comentários

Postagens mais visitadas