Pular para o conteúdo principal

DESTAQUE:

Jeans Sustentável e Preços Acessíveis: É possível?

 Olá, menine! Tudo bem? No post de hoje vamos falar sobre jeans sustentáveis e qual é a importância de optarmos por peças com produção mais sustentável. Mas antes disso, quero deixar claro que: é impossível exercer uma produção ou consumo 100% sustentável, o que podemos (e devemos) fazer é nos conscientizar sobre a forma que consumimos e fazer as melhores escolhas possíveis. Quando eu falar, ao longo do texto, que são "jeans sustentáveis ou mais sustentáveis", entendemos que são produzidos com o menor impacto possível para o meio ambiente, mas ainda assim, é gerado um impacto.   Já falei aqui no blog sobre a importância de termos controle sobre o nosso consumo (clique aqui ) e recentemente sobre a diferença entre moda sustentável e a moda consciente , e como podemos exercer uma moda mais consciente, até que a sustentabilidade chegue ao alcance de todos (clique aqui para ver!). Hoje, as marcas com jeans mais sustentáveis que você vai ver neste post, são marcas conhecidas, que

Resenha: O Oposto de Todo Mundo

Não vou mentir, algumas vezes eu compro livros que não sei direito do que se tratam, e compro livros pela capa e pelo título. Dessa vez, o título me chamou a atenção, e também o fato de ser uma obra de Joshilyn Jackson, cujo romance Água Para Elefantes ficou muito conhecido. A resenha de hoje é O Oposto De Todo Mundo, uma história nada convencional, sobre uma família nada convencional.

Livro O Oposto de Todo Mundo


A Autora


Joshilyn Jackson é autora do best-seller Água Para Elefantes, e atualmente uma premiada narradora de audiolivros. Casada, mora em Decatur, na Geórgia com o marido e dois filhos. Já tem seis romances publicados e traduzidos para 12 idiomas.

O Oposto de Todo Mundo


Paula é uma advogada especializada na área de divórcio, nascida no Alabama, onde passou os seus primeiros dez anos de vida com sua mãe, Kai. As duas tinha mum estilo de vida livre, sempre na estrada, e durante suas viagens sua mãe lhe contava muitas histórias e contos da mitologia hindu, mesclados com o folclore do sul dos Estados Unidos. Kai era uma mulher de espírito jovem, livre, que certa vez, teve um segredo revelado e foi parar na prisão, e Paula foi levada aos cuidados do serviço social, posteriormente adotada. 

Mantendo contato com sua mãe de dentro do presídio apenas para assuntos financeiros, A relação entre as duas parece nunca ter existido, quando Paula descobre que tem uma meia-irmã, muito diferente dela fisicamente, e o relacionamento das duas no começo parece ser impossível, porém com o passar do tempo, as irmãs começam a se descobrir e percebem que são muito mais próximas do que imaginaram.

Carregando seus traumas e problemas de infância, as duas irmãs que têm muita resistência uma com a outra no começo, começam a se aproximar lentamente graças a questões familiares mal resolvidas, das quais as fazem perceber que precisam uma da outra, enquanto sua mãe parece não se importar com as próprias filhas.

Opinião: O Oposto de Todo Mundo


O Oposto de Todo Mundo tem uma proposta muito interessante, trazendo o tema de drama familiar de uma forma diversificada e muito realista, e o livro chama a atenção por se tratar de um assunto diferente. No romance, os personagens tem os seus ressentimentos, mágoas e desconfianças, que são tratados indiretamente através dos laços familiares, e sem que ninguém perceba, o tempo faz o seu papel em aproximar uma família que estava aparentemente completamente desestruturada, e o perdão pelos erros cometidos chega suavemente, sem que seja pedido ou declarado, ficando implícito nas atitudes e gestos. 

A leitura é, como eu disse, muito interessante, porém tem um ritmo muito linear, apesar de abordar temas sérios, realistas e familiares, são poucos os momentos de maiores emoções. Pode-se dizer que é mais uma leitura reflexiva do que emocionante, e para quem espera um romance cheio de altos e baixos, pode acabar se entediando em alguns momentos. Porém, isso não é um problema e a leitura é super válida, com sabedoria e reflexões que podemos trazer para a vida. 

Informações:

Capa comum: 304 páginas
Editora: HarperCollins Brasil; Edição: 1ª (10 de outubro de 2016)
Idioma: Português
Dimensões do produto: 22,8 x 15 x 2 cm
Avaliação média: 4,5 estrelas
Preço médio: entre R$11,00 e R$24,00 na amazon.com.br
__




Quem sou eu?

Oi! Eu sou Kátia Malagodi, criadora do DMF, publicitária, modelo, vegetariana, apaixonada por moda sem regras, beleza sem crueldade, livros e música. Criei o blog DMF em 2016 pra compartilhar algumas ideias, e de lá pra cá aprendi muito e me apaixono cada vez mais pelo que faço! Me siga no Instagram @katiamalagodi pra acompanhar mais dicas e conhecer um pouco da minha rotina sem rotina, e siga o @docemaldadefeminina também pra acompanhar dicas exclusivas do Insta! Te encontro por lá!

Comentários

Mais Lidas: