Pular para o conteúdo principal

DESTAQUE:

Como Usar: Maxi Tricô & Jovialidade

Olá menines, tudo bem? No inverno uma peça que não pode faltar e que salva nossa vida e nossos looks nos dias mais frios é o maxi tricô . Super quentinho e confortável, na maioria das vezes o tricô é usado por baixo de uma jaqueta ou casaco mais pesado para ajudar a aquecer.  Imagens: Reprodução Pinterest . Mas hoje, vamos ver composições onde o maxi tricô é a estrela do look. Com calça, minissaia, saia midi ou longa, investir no maxi tricô para arrematar a produção é uma opção sem erro, que confere muito estilo e elegância. Então vamos ver? Imagens: Reprodução  Pinterest . A maneira mais fácil de usar o maxi tricô é investir na combinação de tricô + calça skinny. Você pode tanto deixar o tricô por cima da calça, quanto colocar só uma parte do tricô por dentro da calça e deixar o restante soltinho por cima. Os tricôs de gola alta, além de serem perfeitos para dias mais frios, dispensam o uso de acessórios no pescoço, e para as golas mais justas ou volumosas, vale tam

O Fim do Homem Soviético

Mais um livro da jornalista bielorrussa Svetlana Aleksiévitch passando por aqui, no seu estilo marcante de literatura jornalística e emocionante. A dica de hoje é O Fim do Homem Soviético, publicado em 2016 pela Companhia das Letras, o livro promete altas emoções e surpresas durante a leitura.

"A autora representa um fantástico painel humano: russos de todas as idades se movendo entre a possibilidade de uma vida diferente e a derrocada da sociedade em que viveram."

O Fim do Homem Soviético  - a imagem exibe o livro O Fim do Homem Soviético, uma xícara de café sobre pires e óculos escuros sobre fundo verde.


Sobre O Fim do Homem Soviético


De contexto histórico, como outras obras da Svetlana, O Fim do Homem Soviético relata, do ponto de vista dos "sobreviventes do caos", as dificuldades, traumas, e mudanças drásticas no período da União Soviética, Comunismo e a chegada do sistema capitalista na Rússia. Mais uma vez, Svetlana nos leva para além dos livros didáticos e comove pela verdade contida em suas páginas, que retratam uma realidade adormecida da história. São relatos de homens e mulheres, idosos, jovens, pais e filhos, netos, testemunhas, esposas, maridos, que expõem a humanidade por trás dos interesses políticos que impactaram nas vidas de gerações. Desabafam sobre o as próprias vidas, contando as suas esperanças, sonhos e decepções, das quais passaram com promessas de um novo estilo de vida para a nação. 


Minha Opinião Sobre O Fim do Homem Soviético


Pode-se dizer que O Fim do Homem Soviético tem uma leitura, por vezes, um pouco cansativa, porém é difícil largar o livro sem terminar, porque a cada relato diferente há uma nova surpresa. Como outros livros da Svetlana, O Fim do Homem Soviético abre nossos olhos para uma outra realidade e nos faz enxergar sob outro ponto de vista coisas que para nós são consideradas normais e corriqueiras, como uma refeição, uma conversa com uma pessoa querida ou mesmo uma simples noite de sono, fazendo da leitura uma experiência profunda e comovente.

Informações:

Capa comum: 596 páginas
Editora: Companhia das Letras; Edição: 1 (18 de novembro de 2016)
Idioma: Português
Avaliação: 4,5 estrelas
Preço médio: R$47,00 na amazon.com.br

Comentários