Pular para o conteúdo principal

DESTAQUE:

Jeans Sustentável e Preços Acessíveis: É possível?

 Olá, menine! Tudo bem? No post de hoje vamos falar sobre jeans sustentáveis e qual é a importância de optarmos por peças com produção mais sustentável. Mas antes disso, quero deixar claro que: é impossível exercer uma produção ou consumo 100% sustentável, o que podemos (e devemos) fazer é nos conscientizar sobre a forma que consumimos e fazer as melhores escolhas possíveis. Quando eu falar, ao longo do texto, que são "jeans sustentáveis ou mais sustentáveis", entendemos que são produzidos com o menor impacto possível para o meio ambiente, mas ainda assim, é gerado um impacto.   Já falei aqui no blog sobre a importância de termos controle sobre o nosso consumo (clique aqui ) e recentemente sobre a diferença entre moda sustentável e a moda consciente , e como podemos exercer uma moda mais consciente, até que a sustentabilidade chegue ao alcance de todos (clique aqui para ver!). Hoje, as marcas com jeans mais sustentáveis que você vai ver neste post, são marcas conhecidas, que

The Blackwater Fever

Quem me conhece sabe o quanto eu amo rock and roll, e que eu estou sempre procurando descobrir bandas novas. Se tratando de música, quanto mais melhor! Além disso, me encanta a "flexibilidade" que o rock oferece, entre muitos subgêneros e vertentes, o rock está sempre se renovando, e por isso para os seus amantes, é imortal.

A playlist de hoje é de uma banda que mistura os estilos e faz um som diferente e gostoso de ouvir, The Blackwater Fever!

Sobre The Blackwater Fever


The Blackwater Fever é uma banda australiana, que teve sua formação original em 2005 e hoje conta com Shane Hicks, Jared Tredly e Jed Walters. Os roqueiros tem cinco álbuns gravados: Abused Blues EP (2006), Sweet Misery (2008), In Stereo (2011), The Depths (2013) e Delusions (2018). Em 2006 foram premiados pela primeira vez logo após iniciarem a carreira com o Best Blues & Roots Act no Sunshine Coast Music Festival 2006. Desde então, eles vem ganhando cada vez mais notoriedade na cena rock and roll.



Uma publicação compartilhada por The Blackwater Fever (@theblackwaterfever) em



Os caras misturam blues, grunge, garage rock, uma pitada de punk rock e o pós punk dos anos 80, tudo isso numa sonoridade que vai de mais rasgada e lenta até riffs mais pesados, e um vocal simples e limpo que harmoniza perfeitamente com o estilo da banda. Entre minhas músicas preferidas, estão a pesada Won't Cry Over You, a divertida e dançante Undone, a pesadíssima Can't Help Yourself, a sexy e dark Tell Me Now, a bem humorada Don't Fuck With Joe, que tem uma super pegada folk... Bem, na verdade fica difícil eu dizer quais gosto mais porque essa playlist eu escuto MUITO e deixo no repeat mesmo, mas vou deixar aqui o vídeo de Don't Fuck With Joe e claro, a minha playlist para você conhecer o som dos caras e entender bem do que eu estou falando. 



Ah! Não se esqueça de curtir a página do Doce Maldade Feminina e acompanhar em todas as redes sociais para ver sempre postagens de bandas tão legais quanto essa! Um beijão e até a próxima ;)

Comentários

Mais Lidas: