Pular para o conteúdo principal

DESTAQUE:

Organização Para O Home Office

Trabalhar em casa é o sonho de muitas pessoas. Não precisar sair de casa e passar pelo estresse do transporte público ou trânsito, ganhar tempo com o percurso que seria gasto entre casa-trabalho/trabalho-casa, são vantagens que muitos trabalhadores almejam, e para as empresas, redução significativa de gastos e maior motivação dos funcionários contribuem diretamente sobre a produção margem de lucro. Porém, apesar de ser muito mais cômodo e vantajoso trabalhar em casa, seja como colaborador ou tendo seu próprio negócio, também tem os seus desafios e o principal deles é manter o foco. Quando trabalhamos em casa é provável que tenhamos distrações que por vezes podem se tornar maiores do que no ambiente de trabalho, e o conforto do lar é realmente convidativo para procrastinação. Desde as conversas dos seus familiares, barulho dos vizinhos, bagunça dos animais de estimação, e outras possíveis distrações, podem tirar completamente o seu foco e fazer com que você demore muito mais para c

The Blackwater Fever

Quem me conhece sabe o quanto eu amo rock and roll, e que eu estou sempre procurando descobrir bandas novas. Se tratando de música, quanto mais melhor! Além disso, me encanta a "flexibilidade" que o rock oferece, entre muitos subgêneros e vertentes, o rock está sempre se renovando, e por isso para os seus amantes, é imortal.

A playlist de hoje é de uma banda que mistura os estilos e faz um som diferente e gostoso de ouvir, The Blackwater Fever!

Sobre The Blackwater Fever


The Blackwater Fever é uma banda australiana, que teve sua formação original em 2005 e hoje conta com Shane Hicks, Jared Tredly e Jed Walters. Os roqueiros tem cinco álbuns gravados: Abused Blues EP (2006), Sweet Misery (2008), In Stereo (2011), The Depths (2013) e Delusions (2018). Em 2006 foram premiados pela primeira vez logo após iniciarem a carreira com o Best Blues & Roots Act no Sunshine Coast Music Festival 2006. Desde então, eles vem ganhando cada vez mais notoriedade na cena rock and roll.



Uma publicação compartilhada por The Blackwater Fever (@theblackwaterfever) em



Os caras misturam blues, grunge, garage rock, uma pitada de punk rock e o pós punk dos anos 80, tudo isso numa sonoridade que vai de mais rasgada e lenta até riffs mais pesados, e um vocal simples e limpo que harmoniza perfeitamente com o estilo da banda. Entre minhas músicas preferidas, estão a pesada Won't Cry Over You, a divertida e dançante Undone, a pesadíssima Can't Help Yourself, a sexy e dark Tell Me Now, a bem humorada Don't Fuck With Joe, que tem uma super pegada folk... Bem, na verdade fica difícil eu dizer quais gosto mais porque essa playlist eu escuto MUITO e deixo no repeat mesmo, mas vou deixar aqui o vídeo de Don't Fuck With Joe e claro, a minha playlist para você conhecer o som dos caras e entender bem do que eu estou falando. 



Ah! Não se esqueça de curtir a página do Doce Maldade Feminina e acompanhar em todas as redes sociais para ver sempre postagens de bandas tão legais quanto essa! Um beijão e até a próxima ;)

Comentários