Pular para o conteúdo principal

DESTAQUE:

Setembro Amarelo é mais do que uma campanha

 Oi oi pessoas, como vocês estão? Essa semana é a minha estreia aqui no blog e vou conversar com vocês sobre saúde mental, bem-estar e autoconhecimento. E já que estamos no mês de Setembro acredito que é importante falarmos do Setembro Amarelo. Você já ouviu algo sobre isso?  Como começou a campanha Setembro Amarelo? Em 1994, um jovem americano de 17 anos, chamado Mike Emme, tirou a própria vida dirigindo seu carro amarelo. Comovidos com a situação, seus amigos e familiares distribuíram no seu funeral cartões com fitas amarelas e mensagens de apoio para pessoas que estivessem passando o mesmo desespero de Mike, e a mensagem foi espalhada mundo afora e chegou no Brasil.  Aqui no Brasil a campanha Setembro Amarelo foi criada a fim de informar a população e prevenir o suicídio. Afinal de contas, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a cada 40 segundos uma pessoa tira a própria vida em algum lugar do planeta, e o suicídio é a segunda principal causa de morte em jovens com idades en

Contos Peculiares

Sei que já disse isso antes, mas Ransom Riggs é GENIAL! Mais um trabalho excelente e que ao mesmo tempo que nos transporta para outro universo nos ensina lições sobre a nossa realidade. Acompanhando a história dos peculiares, Contos Peculiares nos traz dez contos breves porém ricos em conteúdo. 

Contos Peculiares


Sobre Contos Peculiares


Todos os contos são narrados pelo personagem Millard Nullings, o garoto peculiar que tem o poder de ficar invisível. O primeiro conto Os Esplêndidos Canibais, conta uma história sobre humildade e ganância. De forma criativa o autor consegue fazer uma ligação entre um universo paralelo ao nosso e à vida real, de modo que podemos observar a moral da história nos dias atuais e cada vez mais presentes. No conto A Primeira Ymbryne, Nullings conta a história de como surgiu a primeira ymbryne, a primeira fenda temporal e o mundo dos peculiares. Em Cocobolo, uma linda história sobre aceitar a quem somos e aceitar as diferenças entre as pessoas e como isso pode nos tornar pessoas melhores e mais felizes. Em A Menina Que Domava Pesadelos, uma história sobre ajudar ao próximo e mais do que isso, ajudar da forma certa. A edição é em capa dura, muito bonita, com ilustrações de Andrew Davidson, seguindo a linha misteriosa dos demais livros.

Minha Opinião Sobre Contos Peculiares


Ransom Riggs consegue, mais uma vez, manter a criatividade, ser surpreendente e muito cativante. Diferente da trilogia O Orfanato da Srta. Peregrine, a leitura segue em um ritmo mais calmo, e sinto em dizer, mas é leitura para um dia ou dois! Para quem leu a série é irresistível para fechar a coleção com chave de ouro, e para quem não leu, certamente despertará o interesse pelos demais livros, portanto, uma leitura para todos os públicos! 

Informações:

Capa dura: 208 páginas
Editora: Intrínseca
Idioma: Português
Dimensões do produto: 23,4 x 16 x 1,8 cm
Preço: entre R$24,90 a R$44,90 na amazon.com.br

Comentários