Pular para o conteúdo principal

DESTAQUE:

Como Usar: Maxi Tricô & Jovialidade

Olá menines, tudo bem? No inverno uma peça que não pode faltar e que salva nossa vida e nossos looks nos dias mais frios é o maxi tricô . Super quentinho e confortável, na maioria das vezes o tricô é usado por baixo de uma jaqueta ou casaco mais pesado para ajudar a aquecer.  Imagens: Reprodução Pinterest . Mas hoje, vamos ver composições onde o maxi tricô é a estrela do look. Com calça, minissaia, saia midi ou longa, investir no maxi tricô para arrematar a produção é uma opção sem erro, que confere muito estilo e elegância. Então vamos ver? Imagens: Reprodução  Pinterest . A maneira mais fácil de usar o maxi tricô é investir na combinação de tricô + calça skinny. Você pode tanto deixar o tricô por cima da calça, quanto colocar só uma parte do tricô por dentro da calça e deixar o restante soltinho por cima. Os tricôs de gola alta, além de serem perfeitos para dias mais frios, dispensam o uso de acessórios no pescoço, e para as golas mais justas ou volumosas, vale tam

Canções de Ninar de Auschwitz

Uma história comovente baseada em fatos reais, Canções de Ninar de Auschwitz é um livro que nos traz superação, esperança, amor, dedicação e força em meio ao mundo sombrio da Segunda Guerra Mundial. O autor é Mario Escobar, nascido em Madri. Mario é especialista em história, seus livros já foram traduzidos para mais de dez idiomas e atualmente, publica artigos frequentemente para a revista National Geographic History.

Livro Canções de Ninar de Auschwitz de Mario Escobar



"Os Seres humanos são pequenos suspiros em meio ao furacão de nossas circunstâncias, mas a história de Helene Hannemann nos recorda de que podemos ser donos dos nossos destinos, ainda que o mundo inteiro de oponha." - Mario Escobar


Sobre Canções de Ninar de Auschwitz


Canções de Ninar de Auschwitz conta a história de uma família que passou 16 meses como prisioneira em um campo de concentração. Com base nos relatos encontrados em um diário escrito por Helene Hannemann ao final da guerra, essa emocionante história se revela. Helene era alemã, enfermeira, casada com um homem de origem cigana e mãe de cinco filhos. A luta de Helene começa quando a Gestapo vai até sua casa em busca de seu marido, Johann Hanstein e seus filhos, para levá-los até Auschwitz e fazê-los prisioneiros. Helene, por ser alemã, pode continuar em liberdade, mas prefere acompanhar a família, mesmo sabendo que este pode ser um caminho sem volta. Ao chegar ao campo de concentração, Helene é escolhida pelo temido médico Josef Mengele, conhecido como o "Anjo da Morte" para ser a diretora de um jardim de infância precário em funcionamento dentro do campo.

O livro Canções de Ninar de Auschwitz retrata um lado de Auscwitz pouco conhecido, no qual havia esperança em meio ao sofrimento, amor em meio ao ódio, luta em meio à dor, resistência em meio ao medo. Diante da ameaça constante à vida de seus filhos e marido, Helene consegue se manter firme e dar o seu melhor para outras crianças, e assim colaborar para que seus dias fossem menos sofridos e seu futuro incerto menos sombrio. Histórias de guerra são, na maioria das vezes, comoventes, mas este livro tem uma doçura em especial, mesmo em meio aos relatos de crueldade. Mais um livro que além de ser história, é uma grande lição de vida.

Informações:
Capa comum: 224 páginas
Editora: HarperCollins Brasil; Edição: 1ª (13 de junho de 2016)
Dimensões do produto: 22,8 x 15 x 1,6 cm
Peso do produto: 358 g
Preço médio: entre R$18,90 a R$29,90 na amazon.com.br

E o próximo a passar por aqui vai ser Contos Peculiares! De Ransom Riggs, um dos meus escritores maaaaaaaaais queridíssimos!
Contos Peculiares, Livro de Ransom Riggs


Comentários