Pular para o conteúdo principal

DESTAQUE:

Copie o Look: Atitude Pitty

Olá menines, tudo bem? Hoje é dia de copiar looks por aqui, e hoje é dia da nossa rainha feminista, milituda, gatíssima e diva rock and roll, nossa musa Pitty ! Imagens: Reprodução Instagram @looksdapitty Eu particularmente gosto do estilo da Pitty porque ela se veste de uma forma ousada, sempre procurando sair do óbvio, investe nas cores, estampas e modelagens diferentes, e a personalidade dela sempre está muito explícita na forma de se vestir. Além disso, ela veste marcas e lojas populares também, se você passar pelo Instagram @looksdapitty vai ver que tem Renner, Vizzano, Beira Rio, ou seja, amores, gente como a gente, né! O primeiro look tem uma pegada bem casual e ao mesmo tempo bem rocker, e super fácil de compor: shorts jeans básico, t-shirt estampada e sandália rasteira. Esse look é muito a minha cara: une conforto, atitude e praticidade e tem duas peças que eu nunca paro de usar, que são shorts jeans e camiseta, e pra mim, camiseta quanto maior, melhor, tant

The Devil Makes Three

Pegue country music, blues, folk, misture. O resultado é um ritmo contagiante para você ouvir várias vezes sem enjoar. Assim é o som da banda californiana The Devil Makes Three. Formada em 2002 pelo guitarrista Pete Bernhard, a contrabaixista Lucia Turino e o guitarrista e tocador de banjo, isso mesmo, banjo, Cooper McBean. Isso mesmo, não tem baterista. Com um arranjo musical desse você já deve imaginar que o som dos caras é bem original, não é mesmo?

The Devil Makes Three

Sobre a Banda The Devil Makes Three


 A banda já tem 8 álbuns lançados e a minha dica para vocês é o álbum chamado, coincidentemente, (?) The Devil Makes Three, primeiro álbum gravado, em 2002. O álbum tem 14 faixas, as músicas em geral são curtas, todas contagiantes, com sonoridade leve, melodias que fazem você se sentir como ouvindo a trilha sonora de um filme sobre o interior do Texas, vocais leves que se deixam levar pelo clima tranquilo das canções. É um vício. Não posso dizer que tenho uma canção favorita, confesso que sempre escuto o mesmo álbum umas duas ou três vezes seguidas, além dos outros trabalhos da banda, mas darei destaque para algumas faixas mais contagiantes como The Plank, Graveyard (se eu tiver uma favorita, com certeza é esta!), Ten Feet Tall, Old Number Seven (música chiclete), The Bullet e Dynamite. 



E agora Graveyard, é IMPOSSÍVEL não amar!
 

A a boa notícia é que apesar de ser uma banda pouco conhecida, você encontra todos os álbuns no Spotify (essa maravilha!) e como eu sou bem legal, está aqui na playlista da semana! Beijos e espero que gostem :*

Comentários