Pular para o conteúdo principal

DESTAQUE:

Como Usar: Maxi Tricô & Jovialidade

Olá menines, tudo bem? No inverno uma peça que não pode faltar e que salva nossa vida e nossos looks nos dias mais frios é o maxi tricô . Super quentinho e confortável, na maioria das vezes o tricô é usado por baixo de uma jaqueta ou casaco mais pesado para ajudar a aquecer.  Imagens: Reprodução Pinterest . Mas hoje, vamos ver composições onde o maxi tricô é a estrela do look. Com calça, minissaia, saia midi ou longa, investir no maxi tricô para arrematar a produção é uma opção sem erro, que confere muito estilo e elegância. Então vamos ver? Imagens: Reprodução  Pinterest . A maneira mais fácil de usar o maxi tricô é investir na combinação de tricô + calça skinny. Você pode tanto deixar o tricô por cima da calça, quanto colocar só uma parte do tricô por dentro da calça e deixar o restante soltinho por cima. Os tricôs de gola alta, além de serem perfeitos para dias mais frios, dispensam o uso de acessórios no pescoço, e para as golas mais justas ou volumosas, vale tam

Precisamos Falar Sobre o Kevin

Um dos livros mais impressionantes que já tive o prazer de ler! Precisamos Falar Sobre o Kevin é completíssimo, construído em uma narrativa incrivelmente bem detalhada. Escrito por Lionel Shriver, jornalista, nascida em maio de 1957 no estado da Carolina do Norte EUA, o livro choca o leitor de imediato pela sinceridade. A história é contada por Eva Katchadourian a partir de sua perspectiva de uma mãe que sofre com um filho problemático. Aborda o tema de violência nas escolas na vivência de quem carregará o maior fardo: a mãe do assassino.

Livro Precisamos Falar Sobre o Kevin, de Lionel Shriver


Sobre Precisamos Falar Sobre o Kevin


Eva era dona de uma agência de viagens e devido ao trabalho, conheceu muitos países, culturas, pessoas. Sua vida dependia desse combustível. Ao se casar com Franklin o ritmo das viagens começa a diminuir, até que ela descobre que está grávida. A gravidez não só a impede de viajar, como também de fazer outras coisas de que gosta como se exercitar ou desfrutar de um bom vinho. Eva então se abre, sobre seus sentimentos mais íntimos com relação a Kevin desde a sua gravidez até depois do "grande dia" através de cartas que escreve a Franklin. Kevin foi um bebê que chorava incessantemente, foi uma criança problemática que não gostava de nada que a mãe fazia, não brincava, não se comunicava, não comia. E um adolescente enigmático. Exceto quando seu pai estava por perto. Ele se esforçava para magoar a sua mãe com a mesma intensidade da qual se esforçava para agradar ao pai e demonstrar ser um filho exemplar. Eva sempre comprou briga com Franklin por insistir que seu filho não era normal. Mas no seu íntimo, acreditava que Kevin era um reflexo de seus próprios sentimentos em ser mãe: de todas as vezes que desejou viver de outra forma antes mesmo de Kevin nascer. Eva convive com o remorso, com a culpa e sendo julgada pelas pessoas pelo erro que seu filho cometeu.


Minha Opinião Sobre Precisamos Falar Sobre o Kevin


A autora explora muito bem os sentimentos de culpa e arrependimento, fazendo você comprar a ideia de que aquele caso de violência adolescente é um caso verídico. Faz você pensar em todos os casos conhecidos de assassinatos em escolas e encaixar as histórias. Cita dados de outros atentados que ocorreram em diferentes estados, como se Eva já previsse o que estava prestes a acontecer. É realmente um livro marcante, você nunca se esquecerá dos detalhes desta história. E uma dica: antes ou depois de assistir ao filme, não importa a ordem, leia o livro! É muito mais completo e os sentimentos de Eva são tratados de forma muito mais explícita. Leitura que não pode faltar para a sua lista. 

Capa comum: 464 páginas
Editora: Intrínseca; 
Idioma: Português
Dimensões: 22,6 x 15,6 x 2,6 cm
Peso do produto: 640 g
Preço médio: entre R$33,00 a R$49,90 na www.amazon.com.br

Comentários