Pular para o conteúdo principal

DESTAQUE:

Setembro Amarelo é mais do que uma campanha

 Oi oi pessoas, como vocês estão? Essa semana é a minha estreia aqui no blog e vou conversar com vocês sobre saúde mental, bem-estar e autoconhecimento. E já que estamos no mês de Setembro acredito que é importante falarmos do Setembro Amarelo. Você já ouviu algo sobre isso?  Como começou a campanha Setembro Amarelo? Em 1994, um jovem americano de 17 anos, chamado Mike Emme, tirou a própria vida dirigindo seu carro amarelo. Comovidos com a situação, seus amigos e familiares distribuíram no seu funeral cartões com fitas amarelas e mensagens de apoio para pessoas que estivessem passando o mesmo desespero de Mike, e a mensagem foi espalhada mundo afora e chegou no Brasil.  Aqui no Brasil a campanha Setembro Amarelo foi criada a fim de informar a população e prevenir o suicídio. Afinal de contas, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a cada 40 segundos uma pessoa tira a própria vida em algum lugar do planeta, e o suicídio é a segunda principal causa de morte em jovens com idades en

Meu Menino Vadio

Meu Menino Vadio é um dos livros que veio para nos mudar, para nos fazer enxergar além da beleza, além das aparências, além do óbvio. É sensacional e o tipo de leitura que todo e qualquer ser humano na face da terra deve fazer. 

"Se eu queria ter um filho autista? Não. O que a convivência com ele me proporciona mais: prazer ou angústia? Angústia. Ainda assim, amo meu filho? Mais do que qualquer palavra pode traduzir."

Meu Menino Vadio

 Sobre Meu Menino Vadio


Escrito por Luiz Fernando Vianna, jornalista, carioca, nascido em 1970, que já trabalhou em jornais como O Globo e Folha de S. Paulo e publicou cinco livros sobre música popular, Meu Menino Vadio nos traz o seu dia-a-dia e de seu filho Henrique. Henrique é autista e Luiz Fernando nos conta sem pudores sobre como é ter um filho autista. Ao contrário do que muita gente pensa, ter um filho autista pode não ser uma benção, os desafios são muitos: a educação e socialização de seu filho, a compreensão das pessoas que os cercam, a falta de assistência, a ignorância, e os sacrifícios que tem que fazer como pai, a vida amorosa que parece impossível, a vida social decadente, os planos que ficaram em segundo plano, os sonhos para seu filho que não serão possíveis.

Minha Opinião Sobre Meu Menino Vadio


Meu Menino Vadio é uma obra muito bem estruturada, os capítulos são curtos, para o título de cada capítulo um trecho de música diferente cujo significado é quase um resumo do que tem por vir. Emocionante do início ao fim e um pouco angustiante, expressa pensamentos e sentimentos de maneira avassaladora, já no início da leitura. A maneira como os fatos são expostos sem pudor torna um livro honesto e ao mesmo tempo lindo. Um dia é o suficiente para que seja devorado.

Informações:


Capa comum: 208 páginas
Editora: Intrínseca ( janeiro de 2017)
Idioma: Português
Dimensões do produto: 22,8 x 15,4 x 1,6 cm
Preço médio: R$30,00 na www.amazon.com.br



Comentários