A Vida É Uma Roda Gigante

A vida é uma roda gigante. Cheia de altos e baixos, sempre em movimento. Está sempre mudando, e nos mudando também. Nos mostrando as coisas por diferentes pontos de vista em diferentes momentos. Quando estamos por cima, enxergamos tudo diferente de quando estamos por baixo, mas é preciso estar por baixo para saber apreciar a vista do alto quando subir. 

Roda Gigante



Quando estamos por baixo em uma roda gigante não conseguimos ver muita coisa, e por isso ninguém gosta dessa posição. A vista de cima é muito mais bonita. Então, estando por baixo ficamos ansiosos para a subida, acreditando que aquele momento não tem nada de bonito, nada de novo, nada de prazeroso. Estar por baixo aparentemente não tem nada de bom a acrescentar. Então você só olha para o topo, querendo chegar lá o mais rápido possível e esquece-se de olhar em volta e ver por todos os ângulos. Mas o trajeto para a subida também tem sua beleza.

Antes de chegar ao topo, o frio na barriga torna a subida muito mais emocionante. Você tem a oportunidade ver as coisas de perto. E à medida que vai se distanciando do chão, apreciar cada segundo de sua ascensão. Enquanto você está por baixo começa a criar coragem para subir, para enfrentar os riscos e os medos que estão por vir. Sempre existe uma possibilidade de algo não sair como o planejado, mas você vai passar por essas inseguranças, vai enfrentar os medos, tudo para poder chegar ao topo e ver a vista mais linda. Então, estar por baixo é engrandecedor e sem este momento, estar no topo não seria tão bom, tão único, tão lindo. Sem este momento, estar no topo seria normal.

Na vida as coisas acontecem da mesma forma. Estamos sempre subindo e descendo, e quando estamos por baixo, rejeitamos aquele momento como sendo de todo ruim, mas é tão ou mais importante quanto chegar ao topo. É neste momento que amadurecemos, que aprendemos, que temos a oportunidade de ver como são as coisas à nossa volta por um ponto de vista mais realista. É neste momento que aprendemos, com os pés no chão, almejar tocar o céu. E para tocar o céu é preciso planejamento, persistência, força de vontade, disciplina e fé. Muita fé. Quando estamos por baixo aprendemos a ter fé em nós mesmos, depositando nossas forças em nossos sonhos, e nossa energia em atingir nossas metas. Quando estamos por baixo nos transformamos em alguém mais forte, mais sábio, mais experiente, mais tolerante, mais paciente. Nos tornamos alguém melhor. E todos precisamos dessa transformação. Então como dizem, "aproveite a jornada". Só sabe subir quem já esteve por baixo.

Comentários