Ajuda Demais Também Atrapalha

Não gostamos de ver as pessoas queridas passando por momentos ruins, por situações desagradáveis e muitas vezes procuramos ajudar. Mas a verdade é que nós não podemos ajudar a uma pessoa que não se ajuda. É impossível. Pode parecer muito cruel pensar nisso, mas se alguém precisar da sua ajuda, por mais que você se esforce, não vai conseguir chegar até o problema se esta pessoa não permitir que você chegue. Por mais que você se esforce não vai conseguir achar uma solução. Em outras palavras, pode ser perda de tempo para você, e pode interferir no amadurecimento do outro. Muitas vezes sentimos que precisamos resolver o problema das pessoas que amamos. Mas além de não sermos donos desse direito, resolvendo os problemas de alguém atrapalhamos no seu crescimento pessoal, no seu amadurecimento e auto-conhecimento. E o fato de alguém não permitir ser ajudado está totalmente ligado com o amadurecimento.

super-homem


É preciso ser humilde para aceitar ajuda. Não são todas as pessoas que gostam de receber ajuda para algo por acreditarem que é sinal de fraqueza e acreditam que devem resolver tudo sozinhas. Neste caso, você pode acabar se machucando ao tentar ajudar demais. A pessoa que não está pronta para ser ajudada vai recusar todos os seus esforços, e você vai sofrer por tentar ajudar em vão e por ver esta pessoa passando por momentos ruins. É preciso, muitas vezes, de maturidade para aceitar a ajuda de alguém, e a maturidade só vem dos erros e da dor, que é quando aprendemos a lidar com as situações e nos renovamos

Desta forma, ajuda demais também atrapalha no amadurecimento. Uma pessoa que tem tudo com facilidade, que tem tudo o que quer e precisa no tempo que quer, que tem alguém que faça por ela o que quase sempre ela deveria fazer sozinha, nunca vai precisar se esforçar. Quem não se esforça para conseguir os seus objetivos também não amadurece, não aprende, não vive. Esta pessoa que tem tudo fácil, na primeira dificuldade em que estiver só vai se sentir perdida e não vai saber como agir, pois ela sempre teve quem a "resgatasse". Quando uma criança está aprendendo a andar, ela cai muitas vezes, é normal, o melhor a fazer é deixar que ela se levante sozinha para perder o medo e perceber que não é nada demais. E assim continuar o seu aprendizado. Da mesma forma, muitas vezes precisamos permitir que alguém a quem amamos resolva seus problemas, corra atrás de seus planos e aprenda com os erros. Isso traz, além de amadurecimento, resiliência. 

Então nós devemos deixar de ajudar a quem amamos? Com certeza não! Podemos sim ajudar as pessoas importantes das nossas vidas. Mas devemos ajudar as pessoas no momento certo e lembrar que ajudar não é o mesmo que fazer por alguém aquilo que essa pessoa deve fazer. Cada pessoa tem o seu caminho e seu aprendizado, nós podemos dar apoio, podemos aconselhar, incentivar e até mesmo mostrar a direção, mas nunca caminhar por alguém. Dê a sua mão, caminhe ao lado, mas não leve no colo alguém que já deveria estar pronto para caminhar sozinho. Entre as melhores formas de ajudar alguém estão a concessão da liberdade de escolha, do valor do aprendizado, da sabedoria do amadurecimento e da satisfação da conquista. 

Comentários