O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares

Sabe aquele livro que te surpreende, não somente por ser melhor do que você esperava, mas surpreende pelo conteúdo, por contar uma história cheia de imaginação e que toma rumos dos quais você não esperava? O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares é um desses livros e as surpresas que ele traz são o que fazem dele uma leitura cativante. Escrito por Ransom Riggs, 37 anos, que além de escritor é formado na Escola de Cinema e TV da Universidade do Sul da Califórnia e também fez alguns curta-metragens premiados, conta a história do jovem Jacob e suas aventuras.

O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares


Sobre O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares


Jacob cresceu escutando as histórias de seu avô Portman sobre as crianças peculiares do orfanato onde morou durante a Segunda Guerra Mundial, em uma ilha isolada. Portman sempre mostrava fotografias bem incomuns a Jacob e falava sobre cada um de seus colegas e suas características extraordinárias: uma garota que flutuava, um garoto invisível, um garoto com a cabeça coberta por abelhas. Com o passar do tempo Jacob foi crescendo e passou a duvidar das histórias de seu avô. Ao completar seus 15 anos de idade encontrou Portman morto próximo à casa onde morava, com ferimentos estranhos dos quais foram dados como feitos por algum animal silvestre. Jacob fica traumatizado após o ocorrido, passa a fazer terapia, porém sem grandes avanços. Até que tem a ideia de viajar para a ilha e conhecer o orfanato, acreditando que assim possa colocar um ponto final ao seu tormento. Chegando à ilha, ele descobre que o orfanato está em ruínas, e que não há mais ninguém com quem possa conversar sobre seu avô. Surpreendentemente e assustadoramente ele também descobre que pode viajar no tempo.

Minha Opinião Sobre O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares


Para muitos que pensam se tratar de uma história de terror, estão enganados! Apesar das imagens que, a um primeiro momento podem ser perturbadoras, (é impossível não folhear as páginas antes da leitura para ver as fotografias) a história é cheia de ternura, amizade, lealdade e muita coragem, unidos ao universo sombrio dos mortos. A construção da obra é genial. É impossível não gostar deste livro! Publicado pela editora Leya, são 332 páginas emocionantes!

Comentários