Amores Inseguros

Muitas pessoas dizem não acreditar em relacionamento equilibrado, amor verdadeiro, fidelidade, lealdade. É verdade que muitos casais brigam, terminam o relacionamento, muita gente trai o parceiro, muita gente não se respeita. Mas isso é porque muita gente namora, fica, transa e não se ama. Não ama verdadeiramente o parceiro e acima de tudo não ama a si próprio. Não temos por objetivo o relacionamento perfeito, afinal uma das maiores certezas da vida é a de que nada é perfeito, mas cabe a nós tornarmos tudo melhor, simplesmente porque vivemos e não viemos ao mundo para complicarmos o que pode ser melhor. Todo mundo merece ser feliz. Os casais felizes existem, são reais, não são personagens de novelas, filmes e livros românticos, eles vivem e respiram, comem, trabalham, como você e eu. E eles também têm diferenças, eles também têm um passado, experiências ruins e histórias. Então por quê eles conseguem a proeza de manter uma vida a dois em equilíbrio?



Sabe aquilo que sempre falam sobre o melhor amor ser o amor próprio? Então, começa por aí. Primeiramente para estar com alguém você tem que se amar, saber do seu valor, saber das suas virtudes e saber do que você merece. É preciso ser bem resolvido com você mesmo, saber quais são os seus objetivos, quais são os seus limites, quais são os seus princípios. Como você pode dar o seu melhor e exigir o melhor de alguém se não se conhece ou não respeita a quem você é? A insegurança começa de dentro em absolutamente tudo na vida. Um exemplo disso é que mesmo com aulas de natação eu jamais consegui aprender a nadar até hoje, porque tenho medo, me sinto insegura na água. Parece um exemplo bobo, mas se você olhar para tudo o que é levado por inseguranças, verá que não sai do lugar.

Agora vamos falar da insegurança dentro de nós: a que faz muito mais do que nos impedir de nadar em uma piscina com dois metros de profundidade. Possivelmente o que faz com que alguém se sinta inseguro em um relacionamento são motivos como medo de ser traído, medo de ser trocado, medo de não corresponder às expectativas, por não se achar bonito ou atraente o suficiente, por não se achar inteligente o suficiente, divertido o suficiente, por achar que não tem dinheiro o suficiente. Um pensamento desse é o suficiente para desequilibrar um relacionamento, e infelizmente nosso pensamento tem muita força sobre nós, quando a nossa mente se apega a algo, aquilo pode tomar uma proporção gigantesca e nossa vida passa a ser em função daquilo. A insegurança em um relacionamento faz você cobrar demais do seu parceiro, faz você se isolar, faz você desconfiar. Mas por mais que você cobre do seu parceiro, por mais que você desconfie, está na verdade cobrando de si mesmo. Eu conheço pessoas que se relacionam com alguém e mantém o hábito de darem presentes caros, viagens, dinheiro, e até carros, para pessoas que claramente não merecem um chocolate barato. Muitos se perguntam por qual motivo o Fulano age dessa forma quando vemos claramente que é por insegurança. Insegurança por achar que sem os presentes exagerados não vai ter mais aquela pessoa, e por acreditar que se não tiver aquela pessoa não vai encontrar alguém melhor. E de onde se inicia essa insegurança? De dentro de si mesmo. Não cubra o seu parceiro com presentes caros acreditando que isso vai compensar algo.

Não se humilhe, não aceite migalhas, não se desmorone, não se esqueça do seu valor. Nada disso faz parte do relacionamento equilibrado. Qualquer pessoa que esteja com você tem que estar ao seu lado por quem você é, por você ter o melhor abraço, por você segurar as mãos com a maior confiança, por você ter o sorriso mais reconfortante, a voz mais calma e segura, por querer caminhar ao seu lado, por ver um futuro com você. E sim, todos nascemos para sermos amados, cabe a cada um de nós acreditar nisso e deixar que isso aconteça. Todos temos algo de melhor para doar, e receber é consequência. O amor que permanece é aquele que te conhece por inteiro e te ama com cada virtude e defeito, aquele que não mudaria nada, porque sabe que se mudar, não será você. É aquele que de você não quer nada, quer apenas você. E esse amor vem para nós quando estamos prontos para sermos amados. A vida pode ser boa para todos.

Comentários